10 de setembro de 2010

Doce de figo


3º round de experiências com compotas. Desta vez experimentei o microondas, mas usando o açúcar gelificante e confesso que não fiquei muito fã. Experimentei uma pequena quantidade de fruta: 250 gr. e em cerca de 10 minutos (em potência elevada) o doce estava pronto, mas demasiado espesso. Para além disso, os figos ainda são uma novidade recente para mim e achei que esta compota requeria menos açúcar. É que o doce dos figos acrescido do açúcar dá demasiado doce para o meu gosto, porém terá sido essa doçura que me trouxe à lembrança o doce de abóbora e logo a seguir a sua excelente combinação com o requeijão. Não tendo requeijão em casa, barrei uma fatia de pão com queijo-creme e por cima deste o doce de figo e digo-vos que ficou excelente. O senão é que, tal como com o doce de abóbora, vou comer até não poder ouvir sequer falar em doce de figo e requeijão...mas não faz mal, para já consolo-me e para o ano estarei curada e pronta para outra dose.

Ingredientes:
250 gr de figos pingo de mel
125 gr de açúcar gelificante
Sumo de 1/2 limão
1 cálice de Vinho do Porto

Preparação:
Lave e corte os figos em pedaços.
Num recipiente refractário alto misture todos os ingredientes e leve ao microondas: usei a potência máxima e  com esta quantidade de fruta em dez minutos estava o doce mais que pronto.
De 5 em 5 minutos mexa o doce para que a fruta coza uniformemente.
Distribua o doce por frascos esterilizados e delicie-se.


Nota: Desta experiência resultaram as seguintes conclusões:
- Para usar açúcar gelificante com este método deve ser acertada a combinação potência/tempo do microondas; 
- A MFP é o método mais confortável para fazer compotas, mas em termos de resultado o fogão, usando o açúcar gelificante, vence. 
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...