16 de junho de 2010

O Ruibarbo estreou na minha cozinha - uma espécie de crumble


Já aqui tinha dito que finalmente o ruibarbo entrara na minha cozinha. Esta receita foi a primeira experiência, mas por força das circunstâncias acabou por ser preterida por este Chutney com que participei nos passatempos dos blogues "Eu mulher" e "Doçuras & Belezuras". Bom, então vamos fazer "rewind" até á primeiríssima receita de ruibarbo.  
Já tinha feito algumas pesquisas de receitas e lembrei-me de uma receita postada recentemente no blog das "Three Fat Ladies": um crumble de ruibarbo e de morango. Decidi que para uma primeira experiência um crumble seria a receita ideal. Na ansiedade de deitar mãos à massa, não fui rever a receita e decidi inventar um bocadinho (pronto...mais que um bocadinho!) e acabei por não utilizar qualquer ingrediente que conferisse o aspecto granulado do crumble, mas sim apenas farinhas, açúcar e um toque de chocolate negro. 
Resultado desta pequena aventura: a primeira prova foi a quente, ou melhor os ramequins chegaram ainda mornos à mesa e a primeira impressão foi de dúvida: estaria muito doce? Embora o chocolate ligue bem com qualquer fruta, talvez tivesse sido melhor não o ter acrescentado. Ainda assim, havia qualquer coisa indescritível naquele sabor que me compelia a continuar a comer. Teria que fazer uma segunda prova, desta vez a frio. Muito melhor. O excesso de doce tinha desaparecido, mas tinha permanecido um certo sabor  ...  hummm... fiquei rendida. Não me perguntem exactamente o que me rendeu. Não sei. É qualquer coisa que lá está. É mais que o aroma, que o sabor acidulado. As papilas estalam e apetece comer mais e mais e mais. 

Ingredientes (para 4 ramequins):
1 talo grosso de ruibarbo
125 gr de morangos
Baunilha em pó q.b.

Para o "crumble":
3/4 de chávena de farinha integral
1/2 chávena de farinha de amêndoa
1/2 chávena de açúcar
2 quadradinhos de chocolate negro 70% cacau
1 chávena de café de leite
50 gr de manteiga

Preparação:
Parta o ruibarbo em pedaços pequenos e os morangos em oitavos.
Distribua pelos ramequins.
Coloque todos os ingredientes para o crumble no robot de cozinha e misture. Se optar por retirar o leite ficará com uma massa mais seca e mais parecida com o crumble.
Polvilhe a fruta com baunilha em pó e distribua o crumble pelas tacinhas cobrindo-as completamente.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 25 minutos ou até a cobertura estar tostada (cuidado para a fruta não ferver e extravasar os ramequins - já estão a ver que houve acidente, mas enfim...nada que não aconteça de vez em quando LOL).
Deixe arrefecer e sirva (na minha opinião, é melhor frio do que quente).
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...