6 de junho de 2010

Chutney de Ruibarbo e Maçã



Provavelmente muito graças à blogosfera vamos encontrando nos supermercados ingredientes que até há bem pouco tempo eram uma raridade. Exemplo disso é o ruibarbo. Tanto se tem escrito de bom acerca dele, que eu andava louca por provar essa dita delicia. O mal é que não havia maneira de encontrar o ruibarbo em lado nenhum. Até que um dia destes estava eu no supermercado a abastecer-me de legumes para as minhas saladas de almoço quando vejo um cesto cheio de talos rosados. Finalmente tinha encontrado o ruibarbo. Só vos digo que o entusiasmo foi tanto que não pensei em mais nada a não ser ir para casa com a minha novidade. De tal maneira que, quando cheguei a casa dei conta que não tinha comprado nem metade das coisas que precisava. Enfim...
A receita de estreia não foi esta que agora apresento, essa deixarei aqui mais tarde, bem como as sensações que tive ao provar esse talo rosado. A questão é que entretanto tinha eu comprado mais ruibarbo para fazer uma tarte de ruibarbo e maçã (mais uma receita que postarei mais tarde), quando o blog "Eu Mulher"  lança novo desafio "Alquimia de Ingredientes" em que os sabores escolhidos eram o Cravo e a Canela e de imediato pensei: "Ora, então, e porque não? Uma receita doce e uma receita salgada!"   
Gosto de sabores ácidos, mas nem tanto. Infelizmente os chutneys enquadram-se mais depressa dentro desta categoria do "nem tanto", devido à acidez conferida pelo vinagre, por isso quando os preparo prefiro substituir todo, ou quase todo, o vinagre por vinho. Escolha um vinho maduro e de boa qualidade. Actualmente não faltam no mercado boas marcas a preços bastante acessíveis.
Este é também o meu presenta para a Belinha

Ingredientes:
1 maçã cortada em cubos
1 chávena de ruibarbo partido em pedaços de cerca de 1 cm
1 cebola pequena picada
1 dente de alho picado
1 pau de canela
2 cravinhos
1/2 chávena de açúcar mascavado
1 pitada de Flor de Sal
1 pontinha de malagueta seca (ou pimenta se preferirem)
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1 chávena de vinho tinto

Preparação:
Junte todos os ingredientes num tacho e leve a lume forte até ferver.
Quando levantar fervura reduza o lume para o mínimo e deixe cozer durante 50 a 60 minutos até reduzir o liquido.
Deixe arrefecer.
Verta o chutney para um frasco esterilizado e guarde no frigorífico.
Quanto mais tempo, mais intenso fica o seu sabor, havendo mesmo quem aconselhe a aguardar cerca de dois meses antes de abrir o frasco.

Sirva como acompanhamento de carnes.


Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...