26 de maio de 2012

Projecto marmita - Semana XX/2012



Lanche da manhã
Almoço
Lanche da tarde
Segunda-feira
1 maçã + 5 amêndoas
Sopa de feijão verde + frango cozido com cenoura e couve branca
1º – 1 pêra e 1 tosta
2º - 1 iogurte magro + 1 tosta
Terça-feira
1 pêra + 5 amêndoas
Sopa de feijão verde + Lulas cozidas com feijão verde e tomate cereja
1º - morangos e 1 tosta
2º - 1 iogurte magro + 1 tosta
Quarta-feira
Morangos + 5 amêndoas
Sopa de feijão verde + Bife de frango grelhado, beterraba cozida e legumes salteados
1º - 1 maçã + 1 tosta
2º - 1 iogurte magro + 1 tosta
Quinta-feira
1 pêra + 5 amêndoas
Creme de legumes + Medalhão de pescada com legumes salteados
1º - 2 kiwis + 1 tosta
2º - 1 iogurte magro + 1 tosta
Sexta-feira
Morangos + 5 amêndoas
Creme de legumes + salada com miolo de camarão
1º - 1 pêra + 1 tosta
2º - 1 iogurte magro + 1 tosta


Primeira semana de um novo regime alimentar. É a primeira vez que sigo uma “dieta” orientada por um nutricionista. Apesar de ter uma ideia muito concreta daquilo que podemos e devemos comer, começo a ter dúvidas se as quantidades ou combinações de alimentos que tenho por base na minha alimentação diária serão as mais adequadas. Questiono alguns quilos que se instalaram sem que aparentemente tenha feito algo de concreto para que isso acontecesse e a um ritmo preocupante (1 quilo num ano não parece relevante até se notar e começarmos a pensar que se isto continua daqui a 20 anos teremos…mais 20 quilos?????).
Regra fundamental: comer várias vezes ao dia. Ok, já sabia e já fazia 5 refeições diárias. Passei para 6 refeições: pequeno-almoço, lanche da manhã, almoço, 2 lanches á tarde e jantar. O grande corte deu-se nos hidratos de carbono (meu rico pãozinho) que passam a estar presentes apenas no almoço, e de preferência na sopa, e num dos lanches da tarde ou dividido pelos dois lanches, sendo substituídos no lanche da manhã por frutos secos e no pequeno-almoço por 2 colheres de sobremesa de aveia. Peixe, carnes brancas, lulas, polvo, ovo cozido, queijo fresco e miolo de camarão para as refeições principais, com saladas e legumes cozidos ou salteados. Pouco sal, pouca gordura e nada de açúcares (vá lá: no café que não dispenso a meio da manhã vai sempre um bocadinho). Ah… e comer devagar.
No primeiro dia senti fome. Ajustei as quantidades no dia seguinte. Mais vegetais para me sentir saciada. Sopas mais consistentes. Senti que teria que passar a organizar as refeições. Afinal só eu estou de regime e é preciso adaptar as refeições aos dois, de forma a que esta aventura não se transforme numa dor de cabeça, senão é insucesso garantido.
Na segunda-feira: frango cozido com cenoura e couve, sobras da refeição de domingo. Sopa de feijão verde. Terça-feira: tentáculos de lulas cozidos com feijão verde, também cozido, e tomate cereja. Quarta-feira: bife de frango grelhado, beterraba cozida e uma mistura de legumes salteados (cenoura, alho francês, ervilha torta, funcho, curgete). Quinta-feira: um medalhão pescada (cozido no micro-ondas com limão, alho e cebola e um pouco de água) e legumes salteados (mistura de legumes ultracongelados). Sexta-feira: Salada de alface, rúcula, tomate, milho e miolo de camarão. Sempre a sopa antes do prato principal: sopa de feijão verde e creme de legumes.

Os iogurtes passaram a magros, as peças de fruta do lanche da manhã acompanhados de frutos secos (5 amêndoas ou 2 nozes) e as da tarde com 2 tostas sem sal.


3 comentários:

Nizz disse...

Força para novo regime alimentar! :) Ao início é normal sentir-se fome, mas depois ela vai desaparecendo, com o hábito. Aprender a lidar com a fome é um importante passo nos primeiros tempos ;)
Gostei das marmitas, muito coloridas e saudáveis! :) Eu própria gosto de fazer almoços leves, até porque os jantares da semana são partilhados com as minhas colegas de casa e cada dia é do encargo de cada uma.
Boa sorte!

Pami Sami disse...

Olá Carla! Ai isso das dietas, não sou muito a favor dessas coisas.. E tirarem-te o pão? Ai.. isso não se faz, que tortura!.. Nem sei se consiguiria tal feito! Nunca me privei de nada, nem passo fome; mas depois há que fazer um bocadinho de exercício... Mas prontos cada pessoa saberá no fundo o que é melhor para si :)
De qualquer maneira vai ser bom ter uma marmita mais leve :)
Beijinho e boa sorte!

Carla disse...

Pami,
Nunca fui adepta de "dietas" ou regimes alimentares rigorosos. Acho que tenho uma noção correcta do que posso e devo comer para me manter saudável, faço 5 (agora 6) refeições ao longo do dia e procuro manter um equilibrio entre os grupos alimentares: laticinios, fruta e legumes todos os dias, pelo menos 1,5l de água ou chá, poucas gorduras, pouco sal, priveligio as carnes brancas e o peixe, etc. e faço exercicio regularmente (ginásio durante a semana e na primavera/verão umas caminhadas ao fim-de-semana). Não obstante, os quilinhos indesejados começaram a aparecer (ao contrário de uns anos atrás em que não fazia exercicio, não tinha grandes cuidados com a alimentação e não tinha qualquer preocupação com o peso...e era mais nova, claro :) ) e como sózinha não conseguia repor o meu equilibrio e como eu acho que quando não nos sentimos bem com algo em vez de passarmos a vida a lamuriar, devemos agir e resolver a questão, acabei por ultrapassar as reticiências que tinha em relação às dietas e recorri a um nutricionista. E por incrivel que pareça a minha marmita não vem propriamente mais leve: sopa e conduto sempre (antes era ou um ou outro). Claro que o meu objectivo é ter de tudo na minha alimentação, não quero cortar com nada, até porque se assim for acho muito dificil manter um regime destes para sempre. Seja como for, no fim da primeira semana sinto-me bem e isso é bom.
Beijinhos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...