24 de fevereiro de 2012

Dorie às sextas - Tarte Tatin


Depois de ter falhado a participação na 2ª ronda do Dorie às Sextas, não podia ter deixado escapar esta (falhei a data da publicação, porque acabei por fazer a receita - bolachas de granola - e está para ser publicada aqui). Desta vez a receita escolhida do livro "Baking" foi um clássico: tarte tatin. Já tinha feito essa tarte há uns anos e fiquei sempre com a vontade de a repetir e nem sei porque não o fiz mais cedo: poucos ingredientes e simples de confecionar é uma sobremesa irresistível e um sucesso garantido.
Pode ser feita com pêras, manga ou ameixas, por exemplo, mas como já sabia que a combinação massa folhada/maçã é uma das sobremesas preferidas do D. avancei com a receita tradicional. Pode ser servida simples, morna de preferência, ou acompanhada de gelado de nata, iogurte grego ou créme fraiche. Nós preferimo-la simples, com todo o sabor do caramelo e da maçã.


Ingredientes:
1 placa de massa folhada de compra
6 maçãs (pode precisar de mais ou de menos, conforme o tamanho da forma)
110 gr. de manteiga*
3/4 de chávena de açúcar*

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 190º.
Descasque, descaroce e corte as maçãs em quartos.
Numa frigideira ou outro recipiente que dê para ir ao fogão e ao forno derreta a manteiga. Com a ajuda de um pincel ou virando a frigideira unte as bordas da mesma, mais ou menos até meio.
retire a frigideira do lume e acrescente o açúcar em chuva, formando uma camada uniforme.
Disponha os quartos de maçã com a parte redonda para baixo, formando círculos concêntricos e tape todos os espaços com as maçãs sobrantes, partindo-as em cubos. As maçãs irão encolher com a cozedura, por isso é importante ter uma boa camada de fruta.
Leve de novo ao fogão e em lume médio/baixo deixe o açúcar caramelizar. Vigie atentamente o açúcar enquanto borbulha por entre as maçãs. Se precisar afaste um pouco uma maçã para vigiar o ponto do açúcar, assim que atingir a cor dourada do caramelo retire a frigideira do lume. 
Com cuidado, centre a massa folhada sobre a frigideira  e aconchegue as laterais. Se necessário corte um pouco de massa, mas pode deixar uma camada dupla nas bordas.
Leve ao forno durante 30/40 minutos ou até a massa folhada estar dourada.
Retire do forno e utilizando um prato mais largo que a frigideira vire a tarte para o prato. Volte a arranjar as maçãs e verta todo o caramelo que tiver ficado na frigideira sobre elas.
Deixe arrefecer durante 10 minutos e sirva simples ou acompanhada de uma bola de gelado de nata, iogurte grego ou creme fraiche.

*Para  a minha caçarola, que é pequena, usei cerca de 60 gr. de manteiga e 1/2 chávena de açúcar. Já em tempos tinha feito esta tarte com bastante menos manteiga e o resultado foi igualmente delicioso. Na minha opinião o sabor do caramelo é suficiente para conferir um excelente sabor a esta tarte, não necessitando de demasiado gordura

13 comentários:

Ondina Maria disse...

Ai que eu não resisto a uma tarte tatin... As minhas preferidas são de maçã e de manga, mas resulta muito bem com outras frutas. Estou mortinha pro ver as sugestões das outras meninas :)

Ana Rita disse...

Esta ronda tb falhei porque aqui por casa ninguem aprecia bolos ou tartes de maçãs, só eu!!!Comer a tarte sozinha não era bom né???
A tua deixou me deliciada só de imaginar os sabores que por aí vão...

Bjoka
Rita

Melancia disse...

adoro tartes tatin, ficam sempre bem, quer com massa folhada, quer com massa quebrada.
as minhas favoritas? de maçã e de marmelo!
(nunca experimentei com iogurte grego... vou ter de fazer uma brevemente!)

tila disse...

Adoro esta tarte. Ás vezes tb faço, é de ficar a lamber os dedos.
Bjkas

Maria João Clavel disse...

Yamiii está com óptimo aspecto. É mesmo boa! :)

Gisela disse...

Está perfeita, para a próxima também reduzo a quantidade de manteiga e açucar.
Um beijinho

Ginja disse...

Ficou tão linda a tua! Um clássico que sabe tão bem :)
Um beijinho.

Anónimo disse...

Que linda!
Ando há meses para voltar a fazer tarte tatin, mas jurei a mim mesma que só qd aprendesse a fazer massa folhada na perfeição... o que parece ainda vai demorar. Depois de ter vito a tua acho que vou ter de recorrer à massa congelada... Que grande chatice :)

bjs e bom fim-de-semana

Mané disse...

Ficou muito bonita :)
Bjs

Helena disse...

Carla
Esse dourado atraente, lembra-me o aroma da tarte. Muito bonita.
Também reduzi na manteiga, achei exagerado, mas sei que tem relação com o caramelo, evita que fique duro.
Bom fim de semana.

Alice disse...

Olá Carla:)
Ficou linda a tarte, essa cor está maravilhosa! Nunca fiz, mas acho que me vou aventurar um dia destes!
Beijinhos e bom fim de semana:)

Letrícia disse...

Agora que vi todas as experiências do grupo com as tartes, estou mais confiante para reduzir a quantidade de manteiga e açúcar, que achei excessiva. Que linda ficou a sua, parece tão crocante.
Beijos!

Pipas disse...

Adorei!!! Está mesmo linda e perfeita. E estou a render-me a todas as sugestoes:)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...