24 de agosto de 2011

Era uma vez um pudim e um gelado de pêssego e poejos



Ano passado foram os pudins de gelatina. Lembram-se deles? Morango. Pêssego. Cheios de aroma. Manjericão. Tomilho. Gengibre. Pois este ano o pudim passou a gelado. De uma mousse simples de pêssego, sem aromas, distribuída por pequenas taças sobrou um pouco. Aqueles restinhos que ficam no fundo das taças que são de mais ou de menos. Resta-nos rapar o fundo ao tacho ou, então, dar largas à imaginação.
As quantidades que indico são as suficientes para um pudim, mas estes gelados nasceram mesmo do que sobrou depois de distribuído por taças individuais. 

Ingredientes:
Preparado de pudim de pêssego
Folhas de poejo fresco a gosto

Preparação:
A receita do pudim é a mesma que já aqui publiquei, tendo omitido o tomilho e o gengibre, que foram substituídos por folhas de poejo fresco picadas e envolvidas no creme.
Distribuí o preparado por copos de licor e levei ao congelador.
Passado uma hora espetei um palito em cada um (se tiver pauzinhos de gelado melhor) e deixei congelar completamente.
Para desenformar deixe o copinho no frigorífico ou à temperatura ambiente durante uns minutos.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...