29 de agosto de 2014

Uma tarte de morango - La palettes Strawberry Tart


Mais uma receita bem doce e a repetir escolhida para uma sessão passada do "Dorie às Sextas". Fica agora aqui o registo e a vontade de a repetir com outros frutos.

Fonte: "Baking" de Dorie Greenspan
Ingredientes:
Compota de morango (caseira)
1 base de tarte com 23 cm, totalmente cozinhada, fria e desenformada (usando uma das receitas da Dorie: "Sweet Tart Dough" ou a "Sweet Tart Dough with Nuts") (ver abaixo)
1,1kg de morangos maduros (usei morangos e framboesas)
Açúcar (opcional)
1 pouco de kirsh ou "eau-de-vie" de morango ou framboesa ou 1 colher de licor de groselha (opcional) Usei vinho do Porto
Pimenta moída na hora (opcional) não usei
Créme fraîche ou natas batidas para acompanhar não usei



Preparação:
Prepare uma base de tarte conforme receita abaixo (optei pela "sweet tart dough", dividida por formas pequenas).
Se servir a tarte inteira, espalhe uma camada generosa de doce sobre a base da tarte e corte em fatias, senão corte apenas tantas fatias quanto as que vai servir espalhando a compota sobre as fatias já cortadas.
Corte em metades tantos morangos quanto os necessários para servir uma porção generosa a cada pessoa e, caso necessário, envolva-os em açúcar. Se usar o licor deve misturá-lo agora, mas sem usar em demasia para não abafar o sabor da fruta.
Polvilhe com pimenta (opcional).
Divida as fatias de tarte pelos pratos e cubra com os morangos e o seu sumo, deixando-os cair para os lados da fatia sem preocupações.
Decore ou sirva com créme fraîche ou natas batidas.



A massa "Sweet Tart Dough":
Ingredientes:
1 1/2 chávenas de farinha
1/2 chávena de açúcar em pó
1/4 de colher de chá de sal
125 gr de manteiga, muito fria ou congelada, cortada em pedaços pequenos
1 gema de ovo grande

Preparação:
Coloque a farinha, o açúcar e o sal num processador de alimentos e pulse algumas vezes para misturar.
Junte a manteiga e pulse até ficar com alguns pedaços do tamanho de flocos de aveia e outros do tamanho de ervilhas.
Bater levemente a gema, quebrando-a ligeiramente e deitá-la aos poucos pulsando ligeiramente entre cada adição.
Quando a gema estiver completamente incorporada, processe a massa mais longamente, durante cerca de 10 segundos de cada vez.
A massa começará a formar grumos e antes de chegar a este ponto o som do processador vai mudar.
Transfira a massa para a bancada de trabalho e amasse suavemente, apenas até alguns ingredientes secos que tenham ficado soltados fiquem incorporados.
Unte com manteiga uma tarteira com 23 cm de diâmetro e fundo amovível.
Pressione a massa uniformemente pelo fundo e lados da tarteira, sem usar muita força para que não perca a sua  textura areada, mas garantindo que todos os pedaços fiquem bem unidos (e sem estender a massa previamente), reservando uma pequena porção de massa no frigorifico para usar caso a massa rache depois de cozida.
Congele a massa durante pelo menos 30 minutos antes de a levar ao forno.
Centre a grade no forno e pré-aqueça a 190ºC. Unte a parte brilhante de uma folha de alumínio e ajuste sobre a massa com a parte untada para baixo, pressionando bem.
Como a massa foi congelada não será necessário cozê-la com pesos.
Leve ao forno por 25 minutos.
Remova cuidadosamente o papel de alumínio. Se a base tiver inchado, pressione ligeiramente com as costas de uma colher. neste momento pode ter que remendar a base se tiver rachado, usando um pouco de massa crua assim que remover a folha de alumínio: corte um pedaço muito fino de massa, coloque sobre a racha, humedeça as extremidades e alise suavemente sobre a base.
Leve ao forno mais 8 minutos ou até estar forme e dourada.
Transfira a tarte para uma rede e deixe arrefecer completamente antes de usar
A massa "Sweet Tart Dough with Nuts":
Siga a receita anterior, reduzindo a quantidade de farinha para 1 1/4 chávena e adicionando 1/4 de chávena de amêndoas, nozes, pecans ou pistachios.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...