3 de janeiro de 2013

Detox

Um desafio do Tapas na Língua fez-me pensar que o pequeno-almoço não tem sido muito privilegiado nesta cozinha, o que é uma grande injustiça que se faz à refeição mais importante do dia. Claro que os pequenos-almoços tendem a não variar muito por serem uma das primeiras rotinas do dia. Há horários a cumprir, trânsito a enfrentar, por isso convém que seja rápido e prático e, já agora, saboroso e nutritivo.

Acabando de atravessar uma época de Festas em que a gula faz muitos estragos optei durante alguns dias por começar logo pela manhã a desintoxicar o organismo. Desde que voltei a adoptar o kefir o meu pequeno-almoço tem sido uma composição de kefir, frutas, especiarias e mistura de cereais e/ou sementes. As quantidades são o q.b. para me sentir saciada até meio da manhã e senti melhorias enormes no meu SCI.


O kefir, quem o conhece, já sabe: alimenta-se de leite. No meu caso uso leite de vaca meio-gordo, que é o que  usa o resto da família. Num recipiente de louça, vidro ou plástico (metal NUNCA) coloco o kefir e cubro com cerca de 150 ml de leite. tapo com um pano poroso, para proteger do pó e guardo num armário da cozinha. No Inverno a fermentação é mais lenta e o resultado final assemelha-se a um iogurte liquido fraquinho. Pela manhã coo para uma taça usando um passador de rede plástico, que a seguir lavo em água corrente. Lavo também a taça onde o deixo a fermentar só em água corrente e seco com papel de cozinha. Volta a flor do kefir para a taça e reinicio o processo de alimentação e fermentação. O kefir pode beber-se ou juntar-se-lhe frutas e fazer um batido ou fazer assim:




Na véspera cortei uma fatia de abacaxi e parti em pedaços pequenos, incluindo o meio. Coloquei na taça que uso para o meu pequeno-almoço e polvilhei-o com gengibre e canela em pó e juntei 2 cravinhos. Misturei e levei ao microondas durante 2 minutos na potência máxima (se a fatia for grossa pode ir até aos 3 minutos). Reservei até ao dia seguinte.
Pela manhã, retiro os cravinhos do ananás, coo o kefir para a taça onde está o ananás e junto à mistura duas colheres de sobremesa de mistura de cereais tostados (cevada, quinoa e aveia, a que acrescentei alguns mirtilhos desidratados) ou uma colher de sobremesa destes cereais e outra de sementes tostadas (linhaça, abóbora, girassol, sésamo e papoila).





O abacaxi é diurético e desintoxicante, especialmente aquela parte do meio que costumamos descartar. Costumo variar as frutas de acordo com o que há na fruteira e a canela é quase uma presença constante, mas é por vezes substituída ou acompanhada de outros aromas:

Maçã + canela
Banana + canela + noz moscada
Ameixa + canela
Ameixa + baunilha
Pêra + erva doce ou canela
Morangos + baunilha
Pêssego + Cardamomo

Pode sempre usar a fruta fresca. Eu gosto delas cozinhadas assim, a seco, no microondas, ficam como desidratadas, mas cheias de sabor e é prático, pela manhã a fruta já está pronta a ser servida. Como estamos no Inverno e a mistura é fria, mesmo quando á temperatura ambiente, acompanho com um chá quente para me sentir mais aconchegada e começo logo pela manhã a ingerir o meu 1,5 lt de líquidos.

E vocês, qual o vosso pequeno-almoço favorito?

15 comentários:

Rachel disse...

Até me ri sozinha, então eu ando a deitar fora a parte mais benéfica do ananás!!
Nada como iniciar a manhã com um pequeno almoço super saudável!
Não encontro o Kefir...

São Ribeiro disse...

Engraçado que eu deito fora essa parte mas agora vou começar aproveitar.
Esse pequeno almoço agradou-me e muito.
Eu costumo comer cereais com leite de soja ao qual deito ou sementes de chia ou então bagas goji.
Bjs

Fa disse...

Gostei muito desta entrada. Infelizmente sou uma pessoa desorganizada e preguiçosa, mas gostaria de começar a preparar o meu pequeno almoço no dia anterior, logo depois de arrumar as loiças do jantar. Também adoro kefir e o talo interior do abacaxi. Vou tentar inspirar-se em si.

Um beijo

Fa

pedra de sal disse...

Por mais voltas que a vida dê o meu pequeno almoço preferido é mesmo cafe com leite e torradas... Nao há maior conforto para mim :-)

Joana disse...

Que belo pequeno almoço :)
O teu ficou com um aspecto delicioso!
Não conheço o kefir :(

Maria disse...

Carla, que pequeno almoco tao rico. Faz-me sentir envergonhada ao pensar no meu cafe e biscoito que faco de pequeno almoco :(
Onde arranjas o kefir?
Beijinhos e um bom ano.
Maria

Carla disse...

Pois é rachel, também eu deitava fora essa parte do ananás/abacaxi, mas pelos vistos contém uma enzima com propriedades muito digestivas.
O kefir (a flor) costumava existir nas lojas Celeiro por encomenda (e gratuito, porque a sua filosofia pressupõe a partilha e não a venda), mas parece que ultimamente não têm conseguido arranjar. O meu deu-mo a minha mãe que tinha a mais. Também existe á venda, no El Corte Ingles, a bebida de kefir já pronta a consumir. Entretanro enocntrei esta informação antiga, mas que pode ajudar: http://www.petiscos.com/smf/index.php?topic=18139.15
Beijinhos

Carla disse...

São,
Também já usei o leite de soja em tempos, mas sempre que o deixava tinha que me habituar de novo ao sabor. Durante muito tempo tomava leite com chocolate, depois iniciei uma dieta num nutricionista e o leite acabou por desaparecer da minha dieta, sendo substituído pelos iogurtes e agora adoptei o kefir novamente. De vez em quando também uso as bagas goji, mesmo para um snack entre refeições.
Beijinhos

Carla disse...

Fa,
É só uma questão de hábito. Preparar o pequeno-almoço de véspera, ou parte dele, acaba por se transformar numa tarefa quase mecânica, mas às vezes também salto este ritual e aí uso frutas frescas como o kiwi, uvas ou banana.
Beijinhos

Carla disse...

Pedra de Sal,
O pequeno-almoço tem mesmo que ser uma refeição confortável. Durante muito tempo era o leite com chocolate, pão torrado com manteiga e 1 kiwi (em miuda era um copo de água e um pão com manteiga, parece impossível, não é?). A alteração de alguns hábitos alimentares é que me direcionou para este pequeno-almoço.
Beijinhos

Carla disse...

Joana,
O kefir (uso o que se chama de "flor do kefir" para fermentar o leite) já foi uma moda há uns anos, agora está mais em desusuo e até é dificil encontrar. O kefir é um organismo vivo que fermenta o leite à semelhança do que acontece com o iogurte. O leite fermentado é mais tolerante para o nosso organismo e o kefir tem imensas propriedades probióticas. Vê o link que deixei no comentário da Rachel, acima. Também já se enontra à venda o kefir preparado para consumo, mas até agora só o vi no Corte Ingles e fica substancialmente mais caro.
Beijinhos

Carla disse...

Maria,
A riqueza do pequeno-almoço também está no conforto que nos dá para começar o dia, mas quanto masi rico melhor, calor. Afinal é a primeira energia que consumimos no dia.
Este kefir deu-mo a minha mãe que tinha a mais. As lojas Celeiro costumavam arranjá-lo, mas parece que o fornecedor deles desistiu, não sei se só fornecia o Norte ou as lojas todas. Quando comecei a usá-lo lembro-me de ter encontrado comunidades na internet de doadores de kefir, é uma questão de fazer uma busca, vê o link que deixei no 1º comentário, da Rachel, é antigo, mas pode ser que ajude.
Beijinhos

Mafalda disse...

Que belissimo pequeno almoço... tal como alguém escreveu aqui também sou muito preguiçosa e prefiro dormir mais meia hora e só tomar o pequeno almoço já no trabalho. mas esta tua ideia pode bem ser levada num frasco para se comer lá.. certo? só me falta mesmo o kefir que tenho que ver quem me pode arranjar.. não tem sido facil..
um beijinho e bom fim de semana

Carla disse...

Mafalda,
É verdade, podes sempre levar contigo já preparado e se não for para o pequeno-almoço, pode servir para a merenda da manhã ou da tarde. Acredito que neste momento não seja fácial arranjar o kefir. A minha sorte foi a minha mãe ter algum de lado.
Beijinhos

CandyAngel disse...

Adorei este pequeno-almoço :)
Tenho que experimentar pelo menos uma adaptação...
Em tempos tive kefir mas fui-me fartando e agora também não tenho...

Obrigada pela partilha ;)*

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...