29 de abril de 2011

Folar de Páscoa



Depois do pão-de-ló e do bolo-rainha do Natal, faltava experimentar, para a Páscoa, o folar. Esta foi a primeiríssima vez que o folar entrou na nossa casa na Páscoa, já que nunca foi tradição de família dar ou receber ou sequer levá-lo à mesa da Páscoa. Para primeira experiência ficou saboroso, mas um pouco seco a pedir mais abundância de manteiga, açúcar e mel no recheio. Nada, no entanto, que me incomodasse e logo eu que sou daquelas fãs de massas, a começar pelo pão, mesmo simples, sem recheios e acrescentos. Fez as minhas delícias, fatiado, para matar a fome a meio da tarde e mesmo que o recheio não fosse do agrado de todos, não faltou imaginação para lhe dar novos sabores (como a que pedir: podias fazer um recheado com...).
A receita que segui foi a da Margarida do blogue "Figo Lampo" simplesmente por não conseguir resistir ao formato do folar. O meu ficou bonito na versão mini, mas na versão normal as rosas ficaram demasiado grandes e ao levedar tombaram para o espaço que deixei entre elas. Felizes erros de principiante que facilmente se corrigem e nos ajudam a aperfeiçoar técnicas. Fica aqui a receita com a massa preparada na máquina de fazer pão.

Ingredientes:
Para a massa:
560 gr. de farinha sem fermento
25 gr de fermento fresco
Sumo de 1 laranja
75ml de leite morno
35 gr. de banha derretida (substituí por azeite)
85 gr. de manteiga derretida
1/2 cálice de aguardente
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de erva-doce em pó (não usei)
1 ovo pequeno
1 pitada de sal

Para o recheio:
Manteiga derretida, mel, açúcar amarelo e canela em pó tudo q.b.

Preparação:
Coloque a farinha e o sal na cuba da máquina e abra uma cavidade no meio.
Desfaça o fermento no leite e despeje na cavidade.
Junte os restantes ingredientes.
Inicie o programa amassar e deixe seguir até concluir.
Retire a massa para uma superfície enfarinhada e divida-a em 10 porções idênticas.
Com o rolo estique um pedaço até obter um rectângulo bem fino (a largura do rectângulo vai determinar a altura do folar, se for muito largo as "rosas" poderão descair durante a levedação como aconteceu com o meu). Pincele com manteiga derretida, polvilhe com bastante açúcar e a canela em pó e regue com uma colher de sopa cheia de mel. Enrole a tira pelo lado mais estreito.
Proceda de igual modo com as restantes tiras.
Forre uma forma redonda com papel vegetal untado com manteiga e disponha as rosas começando pelo centro e deixando algum espaço entre elas para que possam crescer na segunda levedação (pus uma no centro e as demais à volta, tendo usado apenas nove das rosas. A décima fez o folar miniatura).
Tape com um pano e deixe levedar até dobrar de volume. Pode usar o forno pré-aquecido a 50º para acelerar o processo.
Coloque algumas nozes de manteiga sobre as rosas, polvilhe com açúcar amarelo e canela em pó e leve a cozer em forno pré-aquecido a 190º durante 30 a 40 minutos (no meu forno 180º durante 30 minutos foram suficientes). Se a meio da cozedura verificar que começa a queimar cubra o folar com papel de alumínio.
Deixe arrefecer e desenforme.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...