7 de janeiro de 2010

Rabanadas de Chá



As rabanadas são mais que tradicionais na mesa de Natal. Toda a gente as sabe fazer, mas quando as vemos no prato acabamos sempre por perguntar como é que foram confeccionadas. É que as tradições são tantas de norte a sul, que há sempre quem tenha um segredinho a acrescentar. Esta receita, que não tem que saber, é repetida Natal após Natal na minha familia desde que tenho memória. E como a tradição passa de geração em geração nos últimos anos tem-me cabido a mim fazê-las.
São iguais a tantas outras, mas vá lá, é um doce tradicional  e mais uma receita escrita só vem agradecer a quem as inventou para nossa satisfação.

Vai precisar de:
1 cacete com 2/3 dias
1 pacotinho de chá preto
Água q.b.
Açucar q.b.
1 pau de canela
1 casca de limão
1 cálice de vinho do Porto
Canela em pó q.b.
Ovos q.b.
Óleo q.b.

Faça o chá utilizando cerca de 1 litro de água, o pau de canela e a casca de limão, adoçando a gosto.
Corte o pão em fatias com cerca de 1 cm de espessura (corte em diagonal para obter umas rabanadas maiores).
Deixe arrefecer o chá e entretanto prepare a mesa de trabalho: ovos batidos numa taça, chá noutra taça e noutra taça, ainda, misture bem açucar e canela em pó para polvilhar as rabanadas depois de fritas.
Aqueça o óleo numa frigideira grande.
Molhe as fatias de pão no chá. Tenha em atenção que devem absorver o liquido q.b. para ficarem húmidas, mas não tanto que se desfaçam, daí o chá não dever estar muito quente. Esprema com cuidado ou deixe escorrer sobre um passador. Passe no ovo batido e escorra o excesso. Coloque na frigideira com o óleo bem quente e deixe dourar de um lado e outro. Uma vez fritas retire o excesso de óleo. Polvilhe de ambos os lados com a mistura de açucar e canela em pó.
Vá colocando as rabanadas em camadas numa taça funda.
Repita até acabar o pão.
Petisque uma ou duas ainda quentinhas e de seguida faça a calda.

Para a calda (para mim, rabanadas secas têm que ser quentinhas e acabadas de fritar):
Aproveite o chá que sobrou e acrescente água até perfazer cerca de 600 gr. (dependendo da quantidade de rabanadas que preparou, claro), acrescente o vinho do Porto e 300 gr. de açucar (ou menos, prefiro sempre cortar um pouco no açucar). Deixe ferver 1 minuto. Quando arrefecer deite sobre as rabanadas. Sirva e delicie-se.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...