10 de dezembro de 2010

Rabanadas de Leite



E saem as primeiras rabanadas do ano. 
Por tradição de família não podem faltar na nossa mesa as rabanadas de chá, mas porque rabanadas há tantas e tradições também, e para atender a um especial pedido, este ano a estreia da doçaria natalícia coube às rabanadas de leite. Em conversa com uma amiga acerca destas coisas dos doces de natal revelou-me o seu truque para evitar a pandeguice que resulta de molhar o pão de taça em taça, do leite para o ovo e deste para sertã: misturava numa taça o leite, açúcar, ovos e natas (uma novidade para mim, embora já tenha visto receitas de rabanadas no forno com leite condensado), colocava fatias de pão-de-forma sem côdea num tabuleiro e regava-as com a mistura anterior. Levava o tabuleiro ao frigorífico durante 20 minutos e estavam prontas as rabanadas a fritar. Eu gosto de tradições e gosto das voltas e voltas da cozinha, mas confesso que às vezes...bom, às vezes nem há tempo, nem há paciência e as tradições reinventadas com truques de modernidade e facilitismos caem que nem ginjas. Por isso segui feliz e contente para a cozinha a pensar nas rabanadas mornas, polvilhadas de açúcar e canela e regadas numa calda espessa, com a felicidade redobrada por haver  um voluntário para a fase da fritura.

Ingredientes:
Para as rabanadas:
Pão de cacete com 3 dias
Ovos q.b.
Leite q.b.
Açúcar q.b.
Canela em pó q.b.

Para a calda:
250 gr de açúcar
250 ml de água
1 casca de limão
1 pau de canela
1 cálice de vinho do Porto

Preparação:
A Calda:
Prepare a calda misturando todos os ingredientes. Leve ao lume, mexa para dissolver o açúcar e quando levantar fervura conte 6 minutos e desligue. Coe e reserve.

As Rabanadas:
Corte o pão em fatias não muito muito grossas e disponha-as num tabuleiro.
Bata os ovos com o leite e adoce a gosto.
Cubra o pão com esta mistura e reserve no frigorifico por cerca de 20 minutos. Poderá voltar as fatias a meio do tempo para melhor embeberem completamente no polme.
Aqueça o óleo.
Escorra o excesso de polme das fatias de pão e frite no óleo quente.
Retire o excesso de óleo e acame as rabanadas numa travessa funda. Polvilhe-as com açúcar e canela e regue com calda.

14 comentários:

nacozinhadasonia disse...

Adoro e as tuas ficaram lindas...bjinhos
http://nacozinhadasonia.blogspot.com/

Beta disse...

Ficaram incríveis e se são tão práticas e igualmente deliciosas, porque não fazer? bjs

Rachel disse...

Que bonitas ficaram.
Na minha casa não é hábito, porque na familia da minha mãe assim também não o era, mas do lado do meu farido fazem sempre.

Beijocas

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Adoro rabanadas!

SoraiaSilva disse...

Que receita tão prática!
beijinhos*

Maria José disse...

Dei uma espreitadela nas tuas rabanadas de chá, e agradam-me bem mais estas de leite. Ficaram com uma cor linda.

Bjinhos
Papinha Doce

Catarina - ReceitaseSaboresdoMundo disse...

Ficaram com um aspecto delicioso,
adoro rabanadas e as tuas ficaram
lindas.
Beijinhos e Bom Fim de Semana.

Mariana disse...

Mas que gulodice de rabanadas, aiiii o colestrol que se lixe hehehe, venham elas...Beijinhos e bom fim de semana.

Luísa Alexandra disse...

Que lindas, ficaram mesmo muito apetitosas!
O Natal traz sempre estas coisas tão boas!

Daniana Bittencourt disse...

Lindas e deliciosas!
Abraços, Daniana
http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

SarinhaT - No Conforto da Minha Cozinha... disse...

Hmmmmmmm Rabanadas... :D
Que lindas que estão ehehe
Beijinhos grandes******

Babette disse...

Adoro as tradições de natal!...
ah, e aqui em casa as rabanadas são sempre de leite, mas sem natas!
babette

moranguita disse...

ha tradiçoes que tambem tentanmos manter ca em casa
mas quando algo as pode simpliflicar sem perder sabor venha dai a receita:-)
ja nao como rabanadas aos tempos
beijinhos e bom fim de semana

Xana disse...

Fenomenais... Eu não comia rabanadas, até o ano passado a minha mãe as ter feito, passei a ser fã...
Adorei a tua receita, ficaram mesmo lindas e apetitosas..
beijocas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...