22 de dezembro de 2010

Bolo Rainha


Esta é a estória de um desejado bolo rainha, pela primeira vez nascido na minha cozinha e que começou por ser um prenúncio de desastre para acabar num bolo simplesmente delicioso. Deixem-me que melhor explique: como todos sabem em primeiro lugar comem os olhos e nesta época natalícia o que não faltam por aqui são os doces do costume, entre eles o bolo rei e o bolo rainha, que, confesso, não são a minha iguaria favorita da mesa de Natal, mas tanta foto vi e tanta descrição de fazer cresce água na boca li, que decidi que tinha que tentar. Depois de muito pesquisar, ver e ler, decidi orientar-me por este bolo-rainha da Gasparzinha. Dos 3 métodos, o da MFP foi o que me pareceu mais simples e vai daí a tirar a MFP do armário. Juntei os ingredientes todos, ralei a laranja e coloquei-os na cuba da máquina sempre com uma indecisão quanto ao programa a seleccionar, uma vez que as instruções da minha máquina são demasiado básicas (tão básicas que geram mais dúvidas que certezas), mas arrisquei...no programa errado. A MFP não desandava a misturar e em vez disso só ficava ali a aquecer lentamente e eu a ver o meu bolo transformar-se num verdadeiro desperdício. E como a MFP aqueceu, também não aceitava mudar para um programa que requeria iniciar-se a frio (já para não falar que a ordem para colocar os ingredientes era bem diferente). Quinze minutos passados e já o fermento começava a querer desenvolver, sem nada a acontecer. Perdida por 100 perdida por 1000, transferi tudo para uma tigela grande, envolvi com a colher de pau, amassei, fiz uma bola e a partir daí segui os passos levedar-amassar-levedar-formar a rosca-levedar-cozer. Em vez de 170º aqueci o forno a 180º (não foi propositado, apenas mais um acidente), programei os 40 minutos e não vi que o temporizador não iniciou. Fui descansadamente aconchegar-me no sofá até que o aroma do bolo começou a invadir a casa e eu a pensar que, de facto, já deveriam ter passado os 40 minutos. Lá fui abrir o forno, o bolo estava cozido, sim, com uma cor um pouco mais escura do que estava à espera. Aguardei que esfriasse e cortei a primeira fatia. Gostos não se discutem, há quem goste do bolo-rei clarinho e macio, há quem o prefira tostado e crocante. Este estava ao segundo modo: tostado e crocante e ... delicioso. Salvou-se o dia e lá vai mais uma iguaria obrigatória para a mesa.  

Ingredientes:
Massa:
raspa e sumo de 1 laranja (50 ml)
50 ml de leite
80 gr de açúcar
50 gr de manteiga
1 ovo
2 colheres de chá de vinho do Porto
1 pitada de sal
250 gr de farinha de trigo T65 Espiga
100 gr de farinha de trigo integral
15 gr de fermento fresco (usei uma saqueta de Fermipan)

Recheio:
130 gr de frutos secos a gosto

Cobertura:
70 gr de frutos secos a gosto
70 gr de açúcar
60 gr de manteiga á temperatura ambiente

Preparação:
Triture a casca da laranja juntamente com o açúcar, ou rale a casca e misture com o açúcar.
Misture todos os ingredientes numa tigela grande e envolva com a ajuda da colher de pau. Forme uma bola com a massa, coloque-a dentro da tigela e levei ao forno a 50º por 30 minutos.
Findo esse tempo, transfira a massa para a bancada e sove-a, batendo sobre a bancada para lhe retirar o ar.
Misturei os frutos secos grosseiramente triturados.
Envolva a massa de novo numa bola, polvilhe com farinha e deixe levedar mais uma vez, no forno a 50º, por 30 minutos.
Entretanto prepare a cobertura:
Pique os frutos secos e misture os restantes ingredientes até formar uma pasta.
Retire a massa da tigela, forme uma bola, faça um buraco no meio e molde uma coroa.
Deixe levedar novamente (neste ponto o meu bolo não cresceu muito mais).
Barre o bolo com a pasta da cobertura eleve ao forno a 170º por cerca de 40 minutos.
Deixe arrefecer e polvilhe com açúcar em pó.

12 comentários:

Luísa Alexandra disse...

Que bonito, ficou mesmo apetitoso!

Catarina disse...

Às vezes os "quase desastres" surpreendem-nos!

Aproveito para desejar um Feliz Natal para ti e para os teus!

Daniana Bittencourt disse...

Tem uma aparência linda.
E também parece muito saboroso.
Abraços, Daniana
http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

Catarina - ReceitaseSaboresdoMundo disse...

Esta com um aspecto delicioso.
Deve ser uma maravilha : )
Beijinhos e os votos de um Feliz Natal!

são33 disse...

DEPOIS DE TUDO O QUE SE PASSOU , PODE-SE DIZER QUE VALEU A PENA, FICOU LINDO E APOSTO QUE SUPER DELICIOSO.
Natal é tempo de alegria. De paz, felicidade e muito amor. Que você possa viver esses bons momentos todos os dias do Ano Novo!"
BJS

Tangerina disse...

Carla, Muito obrigada pela mensagem de parabéns que deixas-te lá no blog ;)

Beijinhos e Bom Natal,
Carlota

P.S Adorei o teu bolo rainha, também gosto mto mas nunca tive coragem de fazer :(

Anónimo disse...

Testarei em breve!

Adorei o teu blog! Se quiseres passa no meu!

Boas festas Carla!

M. disse...

Lindo e moreninho!!! E tudo está bem quando acaba em bem!!! Vou ver se também me aventuro a fazê-lo!
Bjsss,
Madalena

Mundo do Sabor disse...

Adorei ver este bolo,imagina o saboooor.Receita anotada!
www.mundodosabor.blogspot.com

Paula disse...

Nooossa, que delicia!! Tenho q arriscar essa receita!
Seu blog esta maravilhoso! Acabei de comecar o meu, se der da uma passadinha la!
Beijos

São Ribeiro disse...

Fiz hoje pois todos os reis tem uma rainha..
Gostei muito ficou uma delicia.
Bj

Carla Carmo disse...

Bom dia São,
na verdade prefiro a rainha ao rei porque não gosto de frutos cristalizados. Este bolo tem sido uma constante nas nossas mesas. Este ano fiz a mesma quantidade de massa, mas como queria um bolo mais pequeno, congelei metade depois da primeira levedação, vamos a ver o que vai acontecer quando o descongelar.
Beijinhos e um Bom ANO!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...