13 de abril de 2013

Projecto marmita - Semana 15/2013


Lanche da manhã
Almoço
Lanche da tarde
Segunda-feira
1 pêra + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Creme de alho francês + Puré de batata com lascas de bacalhau assado e espinafres salteados + crumble de maçã e passas
1º – 1 kiwi e 1 iogurte natural
2º - Chá + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Terça-feira
1 tangerina + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Creme de alho francês + Beringela gratinada e tomate cereja + crumble de maçã e passas
1º – Morangos e 1 iogurte natural
2º - Chá + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Quarta-feira
1 maçã + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Creme de alho francês + Quinoa com peru grelhado e ervilhas tortas + crumble de maçã e passas
1º – 1 tangerina 1 iogurte natural
2º - Chá + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Quinta-feira
1 pêra + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Creme de abóbora e brócolos + Quinoa com frango grelhado, maçã e espinafres salteados
1º – 1 maçã e 1 iogurte natural
2º - Chá + 1 fatia de pão de espelta e sementes
Sexta-feira
1 maçã + 1 fatia de pão de sementes
Creme de abóbora e lentilhas + Salada de quinoa com camarão, milho, tomate cereja e alho francês
1º – 1 kiwi e 1 iogurte natural
2º - Chá + 1 fatia de pão de  sementes


Continuo em modo meio gás. No fim-de-semana adiantei as sopas, aproveitando para cozer ao vapor um resto de ervilhas tortas (sim, apesar da primavera andar tímida, já começam a  chegar às bancas coisas maravilhosas como favas e ervilhas tortas) e preparei uma beringela, que corria o risco de ficar esquecida, levando-a ao forno com béchamel e queijo. Pão da semana: mais uma tentativa para este pão que teima em não sair como na revista. Não fica por aqui, portanto, que às vezes sou teimosa que chegue. Seguem-se as marmitas:

Segunda-feira: do almoço de domingo – puré de batata com lascas de bacalhau assado e espinafres salteados e a sobremesa - crumble de maçã com alguns morangos frescos, mais um desafio atrasado do Dorie às Sextas e a única coisa que digo é que é um vicio.
Na terça-feira: Metade da beringela gratinada acompanhou com tomate cereja em metades, temperado apenas com oregãos. A outra metade foi a congelar para poder variar as refeições e ter sempre uma “marmita-salvação”. À noite cozi ½ chávena de quinoa em água fervente com uma pitada de açafroa para utilizar nos dias seguintes.
Quarta-feira: Usei quase metade da quinoa para fazer a marmita: juntei-lhe o que restava no congelador da espetada de peru e as ervilhas tortas preparadas no fim-de-semana.
Quinta-feira: De novo a quinoa, desta vez com peito de frango grelhado, cortesia do almoço do D. que já adoptou a máxima de que “nada se perde, tudo se transforma”, e maçã e espinafres salteados em azeite e rama de cebola (sim, aquela rama que começa a crescer desalmadamente nas cebola também não se deita fora: pode ser utilizada no arroz e em salteados, só tem que se ter cuidado acrescido para não queimar). Ainda sobrou quinoa que vou, com certeza usar amanhã e à noite preparei um creme de abóbora e lentilhas e na falta de recursos, leia-se marmitas congeladas, preparei a marmita do dia seguinte:
 Sexta-feira - Salteado de alho francês, milho, tomate cereja e camarão, temperado com gengibre e sumo de limão a que acrescentei a quinoa restante.

Sopas da semana: creme de alho francês, creme de abóbora e brócolos e creme de abóbora e lentilhas. Fruta, pão de espelta (caseiro) e de sementes e amêndoas com pele para os lanches. Iogurte natural. Chás diversos.

Os preferidos da semana:

 
Crumble de maçãs e passas com morangos



Quinoa com frango grelhado, maçã e espinafres salteados

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...