23 de setembro de 2011

Doce de tomate com malagueta e ervas de provença



Embora não sendo um dos meus doces preferidos não resito em fazê-lo ano após ano. É inevitável com a quantidade de tomate maduro que todos os anos me oferecem. Este ano experimentei duas receitas de doce de tomate, a primeira aparecerá aqui mais para a frente e esta, a segunda, é mais uma receita saída do livro "Conservas" da Civilização Editora.
Para quem não aprecia o doce de tomate como eu, pareceu-me uma combinação perfeita a do picante com os aromas das ervas e o doce da compota. Fica muito boa juntamnete com queijos frescos, requeijão e queijo creme.

Ingredientes:
500 gr. de tomate pelado
250 gr. de açúcar
1 colher de chá de flocos de malagueta (utilizei malagueta seca finamente picada)
1 colher de chá de ervas aromáticas secas a gosto (utilizei ervas de provença)
Sumo de 1/2 limão


Preparação:

Bimby:
Para pelar o tomate: faça um corte em cruz na base, megulhe-o em água a ferver e de seguida em água fria e puxe as extremidades da pele a partir dos cortes que fez.
Parta-o em pedaços e coloque no copo da bimby, juntamente com o açúcar. Triture 10 segundos/vel.5. (se preferir pedaços de tomate maiores salte esta etapa.
Junte a malagueta e ervas aromáticas  e programe 20 minutos/100º/colher inversa/vel.colher.
No final deste tempo substitua o copinho pelo cesto virado ao contrário e programe 20 minutos/varoma/colher inversa/velocidade colher.
Verifique se o doce está no ponto, colocando um pouco num prato e passando o dedo pelo meio do doce. Se abrir uma estrada sem que os dois lados se unam logo de seguida está pronto. Se estiver muito fluido programe mais 5 minutos.
Guarde em frascos esterilizados.



Tradicional:
Depois do tomate pelado e partido em pedaços deite-o num tacho e junte o açúcar e o sumo de limão.
Se desejar um doce sem os pedaços de tomate, triture nesta fase.
Junte as ervas aromáticas e a malagueta e leve o tacho a lume brando. Assim que o doce levantar fervura, reduza o lume para o minimo e deixe cozer, mexendo com a colher-de-pau para não deixar queimar, até atingir o ponto desejado.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...