30 de agosto de 2015

Ratatouille


O Verão enche-nos a mesa de cor. Num repente as frutas e legumes invadem-nos no seu ponto máximo de sabor e não há como resistir-lhes.

Quando faço as compras semanais além dos vegetais habituais que compõem sempre uma salada ou uma sopa, gosto de comprar mais uma ou outra variedade para tornar as refeições mais ricas. Embora a beringela não seja um dos meus preferidos, não lhe consigo resistir quando a vejo brilhante e perfeita com a sua cor magnifica, mas quando chego a casa fico sempre na dúvida quanto ao uso que lhe vou dar.  Desta fez veio-me à lembrança um prato de comida de conforto: o ratatouille, um estufado de vegetais de Verão tipico de algumas regiões francesas. Embora a receita seja quase intuitiva, dei uma vista de olhos pela internet e acabei por me deparar com este artigo do "The Guardian" onde encontramos uma quase infinidade de maneiras de cozinhar o ratatouille. No fogão, no forno, mais ou menos lentamente, estufando cada um dos legumes em separado...ou não. Bom, o certo é que este estufado deve ficar apurado e suculento, com mais ou menos molho conforme o gosto de cada um, mais "empratado" ou mais rústico. Comido assim, a acompanhar fatias de pão torrado ou com um belissimo ovo escalfado.



Ingredientes:
1 beringela
1 curgete
1 pimento vermelho (ou verde ou amarelo ou todos)
1 cebola
2 tomates grandes maduros, pelados e sem sementes
Tomate cereja q.b. (normalmente usam-se as variedades mais comuns de tomate)
Azeite q.b.
Ervas de provença a gosto
1 dente de alho

Preparação:
Lave bem todos os legumes e corte a beringela, a curgete e o pimento (limpo de sementes e filamentos brancos) em pedaços regulares.
Corte a cebola às rodelas e lamine o alho.
Num tacho (de preferência que possa ir também ao forno) coloque a cebola e um fio de azeite e deixe alourar ligeiramente. Acrescente o alho, mexa e quando começar a libertar o seu aroma, junte os tomates pelados, cortados em pedaços e todo o sumo que libertaram. Deixe cozinhar por amis alguns minutos, a té evaporar um pouco do liquido.
Acrescente, então, a curgete, a beringela e o pimento. Envolva, polvilhe com sal e as ervas aromáticas, e deixe "fritar" em lume baixo por cerca de 5 minutos, mexendo ocasionalmente, com o tacho tapado, para não secar. 
Junte os tomates cereja inteiros e transfira o tacho para o forno pré-aquecido a 180º (bom, como estava a usar o forno com esta temperatura assim deixei ficar, mas se quiser fazer em "slow cook" o forno deve estar pelos 150º, ou então assem por cerca de 20 minutos a 220º e baixem depois o calor para 140º).
Deixem cozinhar, com o tacho tapado, até os legumes estarem tenros. Retire a tampa e asse por mais 15-20 minutos.
Sirva quente com fatias de pão tostado ou acompanhe com ovo escalfado.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...