22 de abril de 2015

Feijoada



Não é uma refeição simples e leve que vos trago hoje, definitivamente não é refeição para dias acalorados, mas é um prato da nossa cozinha tradicional e, de norte a sul, confeciona-se de muitas maneiras. Como, provavelmente ainda vamos ter uns dias mais frios em que possa apetecer uma fartura destas, deixo-vos  a minha versão e que é, por sinal, também a primeira vez em que me aventuro a fazer este prato. é que não aprecio feijoadas, mas como lá por casa pairavam os desejos, arregacei as mangas e tratei de os realizar. 
A verdade é que  sendo aparentemente trabalhoso, acabou por se revelar ser um prato simples: o maior trabalho consiste em cozer as carnes previamente, o que, já estão a ver, não é trabalho por aí além, o que quer dizer que tem esta virtude associada de se poder adiantar trabalho no dia anterior. Outra virtude é ser um prato farto, que se cozinha em quantidade, mesmo que utilize poucas carnes e como nada se perde: se não tiver convivas à mesa em número suficiente para dar conta do recado pode sempre congelar o que sobrar. Outra virtude deste prato é que pode ser cozinhado com as carnes que tenham sobrado de um cozido à portuguesa: congele-as com a água em que cozeram e aproveite também a água para a feijoada. A única virtude que este prato não teve foi a de me converter às feijoadas, ou talvez não ... dispensando as carnes de porco, o resto até estava bem saboroso.



Ingredientes:
Vitela (aba) q.b.
Toucinho q.b.
Orelheira q.b.
Chouriço de carne (ou linguiça se preferir, ou ambos)
1 cebola
1 dente de alho
3 folhas de louro
1/2 lata de tomate pelado
Vinho branco q.b.
1 col café, rasa, de cominhos
1 cenoura
1/2 couve lombarda
Feijão branco cozido q.b.

Preparação:
Demolhe o feijão durante a noite e no dia seguinte coza-o em água fervente com uma folha de louro (na panela de pressão conte 20 minutos a partir do sinal de pressão).
Coza as carnes de porco com uma folha de louro e reserve.
Faça um refogado com a cebola e o dente de alho picados e azeite e junte a aba cortada em pedaços. Tempere com um pouco de sal e deixe refogar por cerca de 10 minutos.
Refresque com o vinho branco e acrescente o chouriço inteiro. Deixe refogar, com o tacho tapado mais 10 minutos.
Retire o chouriço e acrescente a cenoura cortada às rodelas, a couve cortada grosseiramente e o tomate.
Deixe levantar fervura e finalmente acrescente o chouriço cortado às rodelas, as carnes fumadas, os cominhos e o feijão cozido, juntamente com um pouco da água de cozer as carnes.
Verifique o tempero e deixe apurar por mais 10 minutos.
Sirva com arroz branco.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...