29 de outubro de 2015

O Verão guarda-se em frascos ...



... e todas as estações do ano também, que não há fruta ou legume que não se possa transformar em compota ou em conserva, mas este post é sobre o Verão, sobre as árvores carregadas de sabores e cheiros, sobre os dias azuis que começam a ir embora de mansinho, mas que ainda nos deixam uma réstia de luz morna e acolhedora até que as horas se começam a esvair na penumbra e nada mais nos resta que não seja abrir uma compota feita nesses dias calorosas para nos fazerem regressar, por breves minutos, àquele dolce far niente.
Hoje, um dia frio e cinzento, sirvo-vos um pequeno mimo para o lanche: scones da Leonor e dois doces à escolha: de um lado os figos, do outro os pêssegos e como se não bastasse, que tal uns figos em calda, cuja receita não deixo aqui, vão mesmo ter que passar pelo Cinco Quartos de Laranja (é que acho que alguma coisa não correu como eu queria, mas a verdade é que ninguém se queixou).




Doce de figo e baunilha
(Fonte "Conservas", de Lynda Brown, Livraria Civilização Editora)


Ingredientes:
675 gr. de figos maduros, sem extremidades e cortados em quartos
Raspa e sumo de 1 limão biológico, lavado
1 maçã, descaroçada, descascada e cortada em pedaços
1 vagem de baunilha, cortada em tiras longitudinais
675 gr. de açúcar granulado (usei pouco mais de metade)

Preparação:
Coloque os figos numa panela com o sumo e raspa de limão, a maçã e a vagem de baunilha.
Cozinhe em lume brando, durante cerca de 20 minutos, mexendo de vez em quando até que os figos fiquem moles e se desfaçam.
Adicione o açúcar  e cozinhe em lume brando, mexendo, até o açúcar se dissolver.
Deixe levantar fervura e cozinhe no ponto de formar bolhas, mexendo de vez em quando, durante 15 a 20 minutos ou até atingir o ponto de solidificação.
Retire a espuma que se forma à superficie e retire a panela do lume para testar o ponto.
Assim que estiver pronto, retire a vagem de baunilha e transfira o doce para frascos esterilizados.


Doce de pêssegos e nozes
(Fonte "Conservas", de Lynda Brown, Livraria Civilização Editora)


Ingredientes:
1,250kg de pêssegos maduros
1 laranja descascada e cortada em rodelas finas
900 gr. de açúcar
Sumo de 1 limão
50 gr. de nozes descascadas e partidas grosseiramente
1-2 colheres de sopa de brandy (opcional - não usei)

Preparação:
Pele os pêssegos, corte-os ao meio, retire os caroços e reserve-os.
Corte a polpa em pedaços.
Coloque os pêssegos e a laranja numa tigela grande com o açúcar, tape e deixe repousar durante 4 horas ou de um dia para o outro.
Coloque a fruta e o açúcar numa panela de base reforçada.
Ponha os caroços de pêssego num quadrado de musselina, feche e ate com um cordão e coloque-os dentro da panela.
Cozinhe em lume brando, mexendo, até o açúcar se dissolver.
Depois de levantar fervura, deixe cozinhar até formar bolhas, mexendo de vez em quando, durante 15 a 20 minutos ou até atingir o ponto de solidificação.
Retire a panela do lume para testar o ponto.
Estando pronto retire o saco dos caroços, misture o sumo de limão, as nozes e o brandy, se estiver a usar.
Transfira o doce para frascos esterilizados.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...