26 de fevereiro de 2010

Francesinha


A "francesinha" é o melhor snack do Porto. Para lanchar ou para jantar, com ou sem batata frita, mas sempre acompanhada de uma cervejinha bem fresquinha. Eu prefiro a dita "francesinha especial", que de especial só tem a singularidade de ser a francesinha normal, sem acrescentos tipo ovo ou camarão.
Este petisco, que faz uma refeição, nasceu na década de 1960 no restaurante "A Regaleira", na Rua do Bonjardim, pela mão do Sr. Daniel David Silva que tendo estado emigrado França, criou para a cozinha portuense uma adaptação do croque-monsieur, um petisco dos cafés franceses. E a verdade é que o prato fez sucesso, perdura até hoje como um dos ícones das refeições ligeiras e, por incrível que pareça, acho que não há outro sitio no país que não o Porto e arredores para as saborear...por favor corrijam-me se estiver errada.
A francesinha é apresentada de diversas formas: com bife, com carne assada, com ovo estrelado, com camarão, mas o que a torna única é o molho e no molho é que está o segredo, segundo dizem.

Esta não foi a primeira vez que fiz francesinhas em casa, mas foi a minha primeira experiência na confecção do molho. Não ficou o molho perfeito, mas devo dizer que se mo apresentassem num qualquer restaurante não teria reclamado. Claro que a experiência vai ser para repetir até encontrar o ponto certo.
Compensa fazer o molho em quantidade porque depois podemos congelar para ir utilizando sempre que apetecer. Foi o que fiz, tendo sido cuidadosa no picante, o qual acrescentei apenas quando utilizei o molho depois de me certificar do gosto dos convidados.

Então, aqui vai a primeira experiência:

Para o molho:
1 sopa de rabo de boi
1 sopa de creme de marisco
0,5 lt de polpa de tomate
0,5 lt de água
sal
50 gr. de Molho Inglês
Piri-piri q.b.
1 copo de whiskey
1 copo de vodka

Prepare as sopas separadamente.
Num tacho ou panela grande deite as sopas já preparadas e acrescente todos os restantes ingredientes. Deixe ferver em lume brando até o molho diminuir em quantidade e engrossar. Vá provando e acertando os temperos a seu gosto. Mais piri-piri, mais whiskey, teste outra bebida a seu gosto...

Entretanto prepare a Francesinha:
1 fatia de pão de forma (não muito grossa, há quem prefira tostar o pão antes)
1 fatia de paio
1 fatia de fiambre
bife grelhado
linquiça grelhada
mais fiambre
outra fatia de pão
agora cubra esta sanduiche com fatias de queijo e leve, no prato em que vai servir, ao forno pré-aquecido para derreter o queijo.
Cubra com uma quantidade generosa de molho e sirva.

Tenha cuidado para não queimar o queijo, o bife ou as linguiças e mesmo o pão, se decidir tostá-lo antes. Por muito bom que fique o molho é sempre desagradável o sabor do "torrado".

Bom apetite e não se esqueça de chamar os amigos para esta iguaria que requer sempre boa disposição e companhia para ser bem servida.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...