16 de janeiro de 2017

Livros para reler

Porque ainda estamos em época de saldos e além do comer, que alimenta o corpo, gosto de alimentar a alma com boas leituras deixo-vos mais umas sugestões de livros que pairam na minha estante. 

A maioria destes acompanharam-me em fases mais jovens da minha vida, mas ficaram com lugar cativo na prateleira:


1 - "Não há Longe nem Distância", de Richard Bach, uma ode à amizade. Não há adolescente que resista.

2 - "História de uma Gaivota e do gato que a ensinou a voar", de Luís Sepúlveda. Foi a minha leitura de férias, ao sol de Setembro numa pequena baía de A Guarda. Lê-se de um fôlego, com um sorriso nos lábios e no fim queremos reler.

3 - "O Principezinho", de Antoine de Saint- Exupéry. Mais uma vez a amizade pura e simples. Uma estória que nos fica para lá da adolescência e que devemos voltar regularmente para reaprendermos a regar as rosas da nossa vida.

4 - "Fernão Capelo Gaivota", também de Richard Bach. Quem é que, à beira-mar, olhando o voo das gaivotas nunca se questionou se alguma delas seria o Fernão Capelo?

5 - "Azul-Turquesa", de Jacinto Lucas Pires. Uma escrita limpa que se lê sofregamente.

6 - "Cartas a Sandra", de Vergilio Ferreira. Algumas pessoas acharam o livro muito repetitivo, mas quando se trata da saudade de quem nos deixa os pensamentos e os sentimentos sucedem-se iguais, parecidos, iguais, até que o luto seja feito.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...