1 de março de 2017

Cheesecake, o clássico



A abrir Março com um tema que para mim tem sabor a Primavera: cheesecake. É que a cheesecake associo sempre a combinação com o sabor da compota de fruta com que gosto de o cobrir e da fruta fresco com que gosto de o acompanhar. Sendo este o tema para o "Dia na 1 na Cozinha", balancei entre um cheesecake mais elaborado ou por recriar um clássico de receita simples, a única certeza estava em que seria um cheesecake de forno, os meus preferidos. Acabei por optar por uma receita simples, as que mais gosto e que me permitem, se a inspiração o ditar, brincar um bocadinho com elas. Fui aos meus "arquivos" procurar esta receita que tinha encontrado em tempos no incontornável blogue "Tertúlia de Sabores", receita já partilhada por outros. 


Ingredientes:
200 gr. de bolachas digestivas (ou bolacha Maria)
80 gr. de manteiga amolecida
1 pacote de queijo creme Philadélphia
1 requeijão
1 lata pequena de leite condensado
4 ovos
Sumo e raspa de 1/2 limão
1 colher de sobremesa de maizena
1 pacote de natas
5 colheres de sopa bem cheias de compota de framboesa
1 colher de sopa de Vinho do Porto
Frutos vermelhos para servir.

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 160º.
Triture as bolachas e junte a manteiga.
Forre a base uma forma de fundo amovível com a bolacha e unte as laterais com manteiga.
Esfarele bem o requeijão ou passe-o por uma peneira e bata-o com o queijo creme.
Acrescente o leite condensado e, de seguida, os ovos, um a um.
Junte o sumo e a raspa de limão.
Dissolva a Maizena num pouco de natas e junte este preparado ao creme juntamente com as restantes natas.
Verta o preparado (que fica bastante liquido, mas não se preocupe) na forma e leve ao forno durante cerca de 40 minutos (no meu forno levou um pouco mais de tempo. Faça o teste do palito para saber se o bolo está cozido.
Leve a compota com o vinho do Porto a um tachinho e aqueça em lume brando até misturar tudo e a compota estar um pouco liquida. Se preferir passe por uma peneira para retirar as sementes.
Sirva frio acompanhado de frutos vermelhos frescos.



Playing around:
Como sobrou algum recheio (nunca sei escolher o tamanho de forma adequado), distribui-o por uma forma de queques de silicone, sem a base de bolacha (rendeu mais 4 mini) e coloquei alguns mirtilos em cada um. Retirei-os do forno assim que o teste do palito o permitiu e fiz uma cobertura de mirtilos para servir (cerca de 100 gr. de mirtilos num tacho com 2 colheres de sopa de açúcar, cozinha-se em lume médio, mexendo até os mirtilos se começarem a desfazer e a calda começar a espessar).


Outros Cheesecakes no blogue:
Cheesecake de chocolate
Cheesecake de manga
Hyden Berry Cream Cheese torte


Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...