8 de fevereiro de 2016

Argolas que são mais pãzinhos de amêndoa



Deveriam ser umas argolas para nos adoçarem a boca, mas transformaram-se em pãezinhos, porque a "padeira" não teve arte suficiente para formar uma argola que não fechasse com  a levedação e o calor do fogão, mas à parte o nome, ninguém se queixou, nem achou que alguma coisa tivesse corrido menos bem na receita. São uns pães doces deliciosos para acompanhar com um chá ou uma chávena de café, simples ou barrados com doce ou manteiga e torrados ficam ainda mais deliciosos. 




(Fonte: "200 Receitas - Pão", de Joana Farrow, Livraria Civilização Editora)
Ingredientes:
1 ovo grande batido
150 ml de leite
75 gr de manteiga sem sal, amolecida
1/4 de colher de chá de sal
325 gr de farinha T65
75 gr. de amêndoas moídas
50 gr. de açúcar
1 e 1/4 colher de chá de fermento seco (usei Fermipan)
150 gr. de ginjas secas (ou outra fruta seca, opcional)
Geleia a gosto para cobrir no final

Preparação:
Junte os ingredientes, com excepção da fruta seca, na cuba da máquina de fazer pão, segundo a ordem indicada no manual, e escolha o programa amassar.
Se usar frutas secas, acrescente-as quando ouvir o sinal sonoro.
Assim que o programa terminar transfira a massa para a bancada da cozinha, ligeiramente enfarinhada, e em forme um rolo com a massa. 
Divida-o em 10 pedaços iguais e forme uma bola com cada um. Com o dedo indicador enfarinhado, fure a bola e vá largando o buraco até formar uma argola.
Disponha as argolas num tabuleiro, cubra com película aderente, sem apertar e deixe levedar, em local morno e abrigado de correntes de ar durante 30 minutos ou até dobrarem de volume.
Leve ao forno pré-aquecido a 170º, até dourarem.
Retire do forno, deixe arrefecer sobre uma grade, derreta a geleia e pincele as argolas.
Podem congelar.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...