30 de Abril de 2011

Tarte de maçã



Ingredientes:
1 embalagem de massa folhada
2 maçãs golden
5 dl de leite
100 gr de açúcar
3 ovos
75 gr de farinha
1 pau de canela
1 limão
Canela em pó a gosto
Geleia a gosto

Preparação:
Forre uma tarteira com a massa folhada aparando o excesso nas bordas. Pique a massa com um garfo e reserve.
Descasque (ou não), descaroce e fatie as maçãs e reserve numa taça, salpicando com sumo de limão para não escurecer.
Leve a ferver 4,5 dl de leite com o pau de canela e a casca de limão.
Reserve.
Misture os ovos com o açúcar e verta sobre esta mistura, em fio, o leite quente, mexendo sempre até estar bem ligado.
Dissolva a farinha em 0,5 dl de leite e misture ao preparado anterior.
Leve a lume brando, mexendo sempre, até engrossar, mas sem ferver para não talhar.
Se o creme formar grumos bater vigorosamente com a vara de arames ou com a varinha mágica até se dissolverem os grumos.
Verta o creme sobre a massa folhada e disponhas as fatias de maçã.
Leve a forno pré-aquecido a 180º até a maçã e a massa cozerem.
Retire do forno deixe arrefecer e pincele com geleia.

(Receita do creme de pasteleiro daqui)

Versão Bimby (para o creme):
Junte todos os ingredientes no copo da Bimby e programe 7 minutos/90º/vel. 4.

29 de Abril de 2011

Folar de Páscoa



Depois do pão-de-ló e do bolo-rainha do Natal, faltava experimentar, para a Páscoa, o folar. Esta foi a primeiríssima vez que o folar entrou na nossa casa na Páscoa, já que nunca foi tradição de família dar ou receber ou sequer levá-lo à mesa da Páscoa. Para primeira experiência ficou saboroso, mas um pouco seco a pedir mais abundância de manteiga, açúcar e mel no recheio. Nada, no entanto, que me incomodasse e logo eu que sou daquelas fãs de massas, a começar pelo pão, mesmo simples, sem recheios e acrescentos. Fez as minhas delícias, fatiado, para matar a fome a meio da tarde e mesmo que o recheio não fosse do agrado de todos, não faltou imaginação para lhe dar novos sabores (como a que pedir: podias fazer um recheado com...).
A receita que segui foi a da Margarida do blogue "Figo Lampo" simplesmente por não conseguir resistir ao formato do folar. O meu ficou bonito na versão mini, mas na versão normal as rosas ficaram demasiado grandes e ao levedar tombaram para o espaço que deixei entre elas. Felizes erros de principiante que facilmente se corrigem e nos ajudam a aperfeiçoar técnicas. Fica aqui a receita com a massa preparada na máquina de fazer pão.

Ingredientes:
Para a massa:
560 gr. de farinha sem fermento
25 gr de fermento fresco
Sumo de 1 laranja
75ml de leite morno
35 gr. de banha derretida (substituí por azeite)
85 gr. de manteiga derretida
1/2 cálice de aguardente
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de erva-doce em pó (não usei)
1 ovo pequeno
1 pitada de sal

Para o recheio:
Manteiga derretida, mel, açúcar amarelo e canela em pó tudo q.b.

Preparação:
Coloque a farinha e o sal na cuba da máquina e abra uma cavidade no meio.
Desfaça o fermento no leite e despeje na cavidade.
Junte os restantes ingredientes.
Inicie o programa amassar e deixe seguir até concluir.
Retire a massa para uma superfície enfarinhada e divida-a em 10 porções idênticas.
Com o rolo estique um pedaço até obter um rectângulo bem fino (a largura do rectângulo vai determinar a altura do folar, se for muito largo as "rosas" poderão descair durante a levedação como aconteceu com o meu). Pincele com manteiga derretida, polvilhe com bastante açúcar e a canela em pó e regue com uma colher de sopa cheia de mel. Enrole a tira pelo lado mais estreito.
Proceda de igual modo com as restantes tiras.
Forre uma forma redonda com papel vegetal untado com manteiga e disponha as rosas começando pelo centro e deixando algum espaço entre elas para que possam crescer na segunda levedação (pus uma no centro e as demais à volta, tendo usado apenas nove das rosas. A décima fez o folar miniatura).
Tape com um pano e deixe levedar até dobrar de volume. Pode usar o forno pré-aquecido a 50º para acelerar o processo.
Coloque algumas nozes de manteiga sobre as rosas, polvilhe com açúcar amarelo e canela em pó e leve a cozer em forno pré-aquecido a 190º durante 30 a 40 minutos (no meu forno 180º durante 30 minutos foram suficientes). Se a meio da cozedura verificar que começa a queimar cubra o folar com papel de alumínio.
Deixe arrefecer e desenforme.

26 de Abril de 2011

A minha cozinha - A minha receita

A cozinha da Mariana completou um ano de blogue e para celebrar convidou-nos a partilhar a nossa cozinha e uma receita que nos seja especial . Por isso, entreabro aqui a porta da minha cozinha para espreitarem os recantos que mais aprecio: o cantinho do pequeno-almoço para preparar a primeiríssima refeição do dia, o espaço de refeições e as aromáticas à janela. Desta vez tenho salva, hortelã e cebolinho. São 3 vasos comprados em grandes superfícies, mas que se têm aguentado muito bem. No terraço tenho ainda um vaso com tomilho que vai resistindo aos ventos salgados e um vaso pequeno com salsa que está a dar as primeiras folhinhas.



Agora quanto à receita especial...bem, Mariana, torna-se difícil escolher entre os meus preferidos: coelho (assado ou estufado), dourada grelhada, arrozes de muitas maneiras, peixes fritos, petiscos dos mais diversos e se passarmos às sobremesas então não acaba mais a lista. Mas como tenho que escolher vou-me ficar por um petisco muito português e que me traz sempre boas memórias e ainda por cima é um daqueles petiscos que sabem ainda melhor se partilhado com bons amigos: Pataniscas de Bacalhau. A receita está aqui. Não a vou reproduzir, até porque assim se forem ao link ficam a perceber o porquê desta escolha.



21 de Abril de 2011

Antestreia de Páscoa: Borrego assado


Com a Páscoa à porta, onde na refeição familiar não falta o cabrito, não resisti a uma ante-estreia. Este é um almoço de Domingo a sério. Um almoço de assado apurado, tostado e crocante. Daqueles que enchem a casa de um aroma morno que se liberta do forno, lembrando que é dia de descanso. Dia em que podemos tratar do almoço com toda a calma e de saborear o que servimos à mesa. Boa Páscoa!

Ingredientes:
1/4 de borrego
3 laranjas
Vinho branco q.b.
Louro q.b.
Alhos q.b.
1 cebola
Sal q.b.
Azeite q.b.

Preparação:
Limpe o borrego das gorduras excessivas e coloque-o num alguidar coberto de água . Corte as laranjas em rodelas e deite-as no mesmo alguidar. Pode espremer o sumo para a água se quiser.
Deixe repousar assim de um dia para o outro ou umas largas horas (deixei ficar cerca de 6 horas).
Despeje a água, seque o borrego e volte a colocá-lo no alguidar.
Tempere-o com sal, louro e alhos esmagados. Regue com bastante vinho branco. Quase a cobrir toda a carne. Pode juntar rodelas laranjas  (mesmo as que utilizou anteriormente) e alguma erva aromática de sua preferência, alecrim, por exemplo.
Deixe o borrego nesta marinada durante uma noite, pelo menos.
Retire a carne da marinada.
Coe a marinada e reserve.
Numa assadeira grande coloque a cebola cortada em meias luas grossas.
Pouse sobre a cebola o borrego com a capa de gordura voltada para cima. Tempere de sal e faça pequenas incisões com uma faca afiada nessa gordura, enterrando em cada uma delas 1/2 dente de alho e uma folha pequena de louro (ou de alecrim, se tiver).
Regue com a marinada e um fio de azeite.
Leve a assar em forno pré-aquecido a 220º até alourar e depois reduza para 190º, até assar.
Acrescente água ou vinho caso o molho reduza muito e vá regando a carne com o molho que liberta.
Este borrego com sabor a Páscoa, acompanhou com batata assada e arroz de forno.

18 de Abril de 2011

Maçã assada com licor de ginga


Em quase dois anos de blogue nunca tinha publicado qualquer post relativo a maçãs assadas. Talvez por ser  uma sobremesa frugral e simples, sem nada que saber, quase uma não receita. No entanto, não há restaurante que se preze de servir boa comida portuguesa que não tenha na sua ementa de sobremesas esta simplicidade. Lá em casa não sou eu que as faço. São a especialidade do D. e ficam sempre perfeitas. Normalmente vão a assar polvilhadas de açúcar e regadas com vinho de Porto, mas estas fugiram à regra e pediram outros sabores. Ficaram igualmente saborosas, envolvidas na sua calda caramelizada.

Ingredientes:
1 maçã por pessoa
Açúcar amarelo q.b.
Licor de Ginja q.b.

Preparação:
Retire o centro das maçãs e disponha-as num tabuleiro de ir ao forno.
Regue-as com o licor e polvilhe com açúcar.
Leve ao forno pré-aquecido a 200º até se apresentarem bem douradas e a casca abrir.

13 de Abril de 2011

Frango com cebola e citrinos



Desde há algum tempo que tenho optado por esta forma de temperar o frango, recheando o peito sob as bolsas que a pele forma. A carne recebe os sabores mais intensamente e fica bem macia. Normalmente recheio com rodelas de limão e salsa, ou outras ervas que tenha à disposição, mas depois de ver esta sugestão no Food52, experimentei fazer o mesmo com cebola e laranja, que muito tem abundado e por isso tem sido substituta do limão. Não deixem de experimentar.

Ingredientes:
1 frango
2 cebolas grandes
1 laranja
1 limão
1 ramo de salsa
2 rancos de tomilho
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:
Corte uma cebola e os citrinos às rodelas.
Levante a pele do peito junto ao pescoço e distribua pelas bolsas que a pele forma, rodelas de cebola e dos citrinos, salsa e tomilho. O que sobrar coloque no interior do frango.
Corte a restante cebola também às rodelas e espalhe-as no fundo de uma assadeira ou tabuleiro de forno.
Coloque sobre elas o frango, depois de temperado com sal, e regue com um fio de azeite.
Leve a assar em forno pré-aquecido a 220º durante cerca de 20 minutos ou até a pele apresentar cor. Reduza a temperatura para 190º e deixa assar, regando de vez em quando com a gordura que o frango larga.
Quando o frango estiver assado regue com um pouco de whisky ou vinho do Porto e volte ao forno por mais 10 minutos. A pele ficará bem estaladiça. (Dica daqui).

11 de Abril de 2011

Salada de arroz, frango, courgete e pimento



Mais uma sugestão "AC - Almoçar no Escritório". Agora que o calor começa a dar uns ares de graça, as comidas mias substanciais vão dar lugar a saladas e refeições mais leves. Com alguma imaginação e um punhado de ingredientes podemos transformar uma refeição de ontem, num novo prato bem saboroso. Aqui um frango assado de churrasco e arroz branco, foram complementados com courgete e pimento grelhados.

Ingredientes:
Frango de churrasco q.b.
Arroz branco cozido q.b.
1/2 courgete
1/4 pimento vermelho
Azeite aromatizado com piri-piri
Sal aromatizado com  tomate seco e cogumelos
Cebolinho

Preparação:
No fundo de um recipiente coloque 2 a 3 colheres de arroz.
Desfie o frango e espalhe-o sobre o arroz.
Lave bem os legumes e corte a courgete em fatias finas e o pimento em tiras. Tempere com o azeite picante e grelhe.
Sobreponha-as sobre a restante mistura.
Tempere com um pouco de sal e cebolinho picado.

8 de Abril de 2011

Pão integral de iogurte



Sempre pão quentinho a sair ao fim-de-semana, depois fatiado e congelado ou guardado inteiro num saco bem fechado no frigorifico pronto para umas torradas ao pequeno-almoço ou a meio da manhã. Esta receita veio tal e qual (ou quase) de "As Receitas da Patanisca".

Ingredientes:
1 iogurte natural misturado com água até perfazer 305 ml
1/2 colher de sopa de azeite
1 e 1/2 de sal
2 colheres de sopa de leite em pó
1 colher de sopa de açúcar
420 gr de farinha T65
60 gr de farinha integral
1/3 de cubo de fermento de padeiro fresco (utilizei uma saqueta de fermipan)

Preparação:
Coloque os ingredientes pela ordem indicada na cuba da MFP e programe "Pão Integral" ou se a MFP se mostrar preguiçosa e se recusar a trabalhar, misture e amasse muito bem os ingredientes até conseguir formar uma bola e deixe levedar em local morno até dobrar de volume.
Sove um pouco a massa e coloque-a numa forma de bolo inglês. Deixe levedar novamente e leve ao forno pré-aquecido a 180º até o pão se apresentar dourado.
Dica: No fundo do forno coloque um tabuleiro com água. O vapor formado vai ajudar a criar uma crosta estaladiça.

6 de Abril de 2011

Couve-flor salteada




Inspirada aqui resultou num acompanhamento leve e muito saboroso. A couve-flor passou, recentemente, a ser um dos meus legumes preferidos nos acompanhamentos.Simplesmente cozida, salteada ou gratinada, enche-me sempre as medidas da satisfação.

Ingredientes:
1 couve-flor
Bacon q.b.
2 dentes de alho
Piri-piri seco
Azeite q.b.

Preparação:
Lave a couve-flor e separe os raminhos. Coza "al dente" em água e sal, passe de imediato por água fria e reserve.
Numa frigideira leve a saltear o bacon até tostar e retire.
Salteie de seguida os dentes de alho laminados, juntamente com o pirir-piri esmagado, até se apresentarem levemente dourados, mas não queimados. Junte a couve-flor e o bacon e envolva, deixando saltear em lume brando até a couve-flor se apresentar com uma cor ligeiramete tostada.
tenha atenção para não deixar queimar o alho.
Junte a couve-flor e vá envolvendo na gordura até dourar levemente.

4 de Abril de 2011

AC - Bolinhos de arroz com grelos salteados, tomate cereja e sementes de girassol



Já há muito tempo que não publico os meus "almoços no escritório", pelo menos de forma expressa. Este Inverno, as sopas, os estufados e guisados reinaram à mesa e aí não há nada mais simples que confeccionar a mais e guardar para o dia seguinte. Aliás, os estufados são sempre melhores no dia seguinte, depois de os aromas terem apurado por mais tempo, por isso já vêm que me consolei.
Com as sopas fiz sempre questão de acompanhar com alguma quiche ou iguaria preparada para o efeito, quantas vezes a partir de outras sobras, que depois congelo em doses individuais e vou usando conforme preciso. Foi o caso dos bolinhos de arroz que já publiquei e acompanhei com uma salada preparada com grelos salteados, tomate cereja cortado em metades e sementes de girassol. Usei as sementes tal como as comprei, mas pode tostá-las.

1 de Abril de 2011

Bolo duo de chocolate e lemon curd


Ingredientes:
Preparado de Bolo de chocolate Branca de Neve - a parte que reservou daqui
2 ovos
80 gr. de açúcar
60 gr. de farinha
30 gr de lemon Curd (usei de compra)
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de chá de fermento em pó

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º.
Junte todos os ingredientes, com excepção do preparado para bolo de chocolate, numa taça e misture bem.
Numa forma rectangular deite a massa de bolo que preparaou de forma tradicional.
Por cima deite a de bolo de chocolate.
Leve ao forno por 20 minutos, findos os quais reduza a temperatura para 170º. Deixe cozer mais 20 minutos (no meu forno um pouco menos) e verifique a cozedura com o teste do palito.
Retire do forno. Se usar forma de silicone, espere arrefecer completamente antes de desenformar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...